Controlo Orçamental e Análise de Desvios: Qual a Relevância para as Empresas?

Controlo Orçamental e Análise de Desvios

Controlo Orçamental e Análise de Desvios: Qual a Relevância para as Empresas?

Consistindo o orçamento geral numa serie de orçamentos separados mas interdependentes que formalizam os objetivos de vendas, de produção e financeiros de uma empresa, o mesmo pode ser subdivido em orçamentos operacionais e orçamentos financeiros, sendo que os primeiros descrevem as atividades geradoras de rendimento de uma empresa, como as vendas, a produção ou a gestão de stocks, enquanto os segundos descrevem as entradas e saídas de caixa e a posição financeira global da empresa.

Saiba como o Controlo Orçamental e Análise de Desvios são tão relevantes para as Empresas. Como realizar a Análise de Desvios e obter Auxilio de Serviços de Consultoria de Gestão de Forma a Obter a Identificação dos Mesmos e a Fomentar Medidas Corretivas

Devido à complexidade do controlo de um orçamento, tendo em consideração as várias atividades existentes numa empresa e as condições externas que podem condicionar a mesma, torna-se essencial o controlo orçamental periódico, e o seu desempenho ao longo do tempo. Por isso muitas empresas recorrem a serviços de consultoria de gestão, tendo como objetivo compreender melhor os eventuais desvios que ocorrem/ocorreram, identificá-los e apurar as causas dos mesmos.
Assim, e dado que eventuais desvios podem ocorrer, o controlo orçamental e a análise dos desvios orçamentais deve estar sempre “em cima da mesa” na gestão de uma empresa, através de, nomeadamente, serviços de consultoria de gestão de forma a obter o auxílio de como os identificar, evitar, atenuar e a fomentar medidas corretivas.

O Controlo Orçamental

Após a elaboração do orçamento anual, é necessário proceder à sua análise e à sua execução, garantindo assim o seu controlo. Esta análise deverá ser efetuada de forma periódica, comparando os resultados, proveitos e custos reais, com os resultados, proveitos e custos orçamentados. Muitas vezes as empresas recorrem a serviços de consultoria de gestão, de forma a garantir a melhor prossecução do seu controlo orçamental.

Será importante aqui referir as fases de implementação do controlo orçamental, com ou sem o recurso a serviços de consultoria de gestão, assim:

  • Desde a elaboração de orçamentos para todas as unidades (centros de custos e de proveitos) dentro da empresa, com o conhecimento dos gestores até à respetiva responsabilidade dos mesmos no orçamento global da empresa;
  • A comparação contínua e periódica do desempenho real versus os resultados orçamentados, de forma a serem detetados desvios ocorridos;
  • A tomada de medidas corretivas adequadas aquando de desvios consideráveis do desempenho real relativamente ao desempenho planeado e desejado.
  • A revisão dos orçamentos tendo em consideração as alterações significativas das circunstâncias, sejam estas internas e/ou externas.

Para além disso, e mesmo recorrendo a serviços de consultoria de gestão, temos que considerar o tipo de orçamento projetado a ser definido e desenvolvido, dado que em causa está a gestão da empresa e a necessidade de controlo orçamental, havendo a necessidade de ponderar entre:

  • Orçamentos flexíveis versus orçamentos de padrões orçamentais.

Para que se possam calcular desvios operacionais significativos, os orçamentos devem ser flexíveis para refletirem com mais precisão o nível de atividade atual alcançado num período. Para isso e devido a situações não previstas mas possíveis de suceder, nada como a empresa socorrer-se de serviços de consultoria de gestão, de forma a garantir o melhor equilíbrio.

A Análise de Desvios

A utilização da análise dos desvios e a sua a relevância serve para identificar e explicar as razões da diferença encontrada entre os resultados orçamentados e os reais, e quando o desempenho real se desvia significativamente do desempenho planeado, por isso será benéfico consultar serviços de consultoria de gestão de forma a auxiliar na diferença encontrada e a tomar medidas corretivas.

Assim, na determinação dos orçamentos devemos ter em consideração o facto das alterações no volume de produção ou nos níveis de atividade sofrerem consequentemente impactos nos níveis de gastos, isto porque ao contrário dos gastos fixos, os gastos variáveis alteram-se em função do volume de produção. Portanto, os níveis de atividade podem vir a exceder os esperados/desejados.

Por outro lado, a decomposição dos desvios no orçamento flexível e no volume de vendas conduz-nos à identificação de vários tipos de desvios, a título de exemplo:

  • Desvio do preço de venda;
  • Desvio do preço das matérias-primas;
  • Desvio de eficiência;
  • entre outros……

Tudo isto se torna relevante para a análise de desvios – dos gastos fixos e variáveis de modo a prever as despesas para os diferentes níveis de atividade, e recorrendo à consulta de serviços de consultoria de gestão para auxiliar na melhor forma de identificação e resolução desta análise de desvios.

Controlo Orçamental e Análise de Desvios: Considerações Finais

Assim, nada como preparar detalhadamente o controlo orçamental da sua empresa e monitorizá-lo periodicamente, identificando os desvios das suas contas e compreender as causas que os originaram, com o auxílio de serviços de consultoria de gestão.

Até porque a importância da análise dos desvios orçamentais nas empresas conduz-nos necessariamente para a análise dos desvios orçamentais, uma vez que são uma ferramenta fundamental na comparação entre a performance esperada e a performance atual para um determinado nível de atividade dentro de uma empresa, e nada como obter o apoio de serviços de consultoria de gestão para assegurar o melhor caminho rumo ao sucesso.


Autor: Rogério Rêga (Contabilista Certificado e Gestor de Empresas) – Ver perfil Linkedin

Pronto para melhorar a gestão da sua empresa?
Está no caminho certo! Está a um passo de ser mais eficaz!
Deixe os seus dados, Nós ligamos de volta!