A arquitetura da informação nos processos de tomada de decisão dos executivos

processo tomada decisão empresas

A arquitetura da informação nos processos de tomada de decisão dos executivos

A conceção de um sistema de arquitetura de informação que permita a uma organização centralizar a informação relativamente ao seu desempenho operacional e estratégico é um dos desafios impostos pelas tecnologias de informação de forma a melhorar os processos de tomada de decisão dos executivos.

Será a informação ajustada às necessidades dos gestores? Haverá necessidades adicionais? A atual arquitetura da informação expressa o modelo de informação que serve exatamente as necessidades dos executivos nos processos de tomada de decisão?

Os factos demonstram que nem sempre os gestores têm à sua disposição modelos de informação que servem os seus melhores interesses. Como tal, é necessário modernizá-los. Uma arquitetura de informação que privilegie uma cultura de armazenamento de dados e ferramentas de processamento analítico (OLAP), podem fornecer um meio mais ágil e eficiente para atender a essas necessidades.

Sabe o que é OLAP (On-Line Analytical Processing) ?

OLAP (Processamento Analítico On-Line) é a capacidade para manipular e analisar um grande volume de dados sob múltiplas perspectivas.

Veja OLAP em ação agora!

As tecnologias de informação devem ajudar as organizações a entender a sua posição em relação aos seus concorrentes, conhecer os seus clientes (KYC – know your customer), monitorizar as relações com os fornecedores e controlar os objetivos estratégicos.

A tecnologia de Business Intelligence (BI) visa melhorar a qualidade da informação entregue aos gestores. O BI engloba 2 conceitos amplos:

  1. uma ferramenta baseada em informação e monitorização do ambiente da empresa que usa dados de várias fontes;
  2. uma ferramenta tecnológica para apoiar os processos tomada de decisão.

Como melhorar os processos de tomada de decisão?

A arquitetura da informação é um fator importante e determinante para tornar as empresas mais ágeis e suportadas por informação de qualidade, fornecendo de forma rápida e consistente aos decisores das empresas as informações necessárias para que as decisões possam ser feitas com base nessas análises.

A importância das análises ágeis e dinâmicas dos dados justificam a necessidade de investimento em sistemas que possibilitem o melhor uso da informação, onde se aplicam métodos para definir e priorizar informações necessárias para que os gestores sejam bem informados nos processos de tomada de decisão.

A importância da informação nos processos de tomada de decisão

A gestão estratégica das organizações refere-se a métodos de gestão para alcançar resultados de acordo com as missões e objetivos da organização como um todo. Esses métodos estão ligados a planos formais que servem de orientações na estratégia organizacional.

A informação é essencial para o planeamento e tomada de decisão. No entanto, a sua complexidade e a velocidade com que deve ser processada e analisada, combina com o ritmo acelerado das mudanças que ocorrem nos negócios. A informação é um dos elementos que os executivos usam ao tomar decisões, exigindo uma base credível que gere informações de qualidade. O conhecimento é considerado um ativo importante e é criado com base na capacidade de interpretar fatos, criar ideias, inovar produtos, perceber relacionamentos complexos e resolver problemas.

Quais as necessidades de informação para os decisores?

As necessidades de informação dos executivos das empresas têm características particulares, sendo que o excesso de informação também pode ser considerado um problema.

Algumas das problemáticas para os gestores advêm da falta de identificação das necessidades de informação, da grande quantidade de dados armazenados nos sistemas (e o quanto eles estão dispersos na organização) e da necessidade de intervenção humana para disponibilizar informações.

Assim, existem três etapas básicas para obter e usar informação:

  1. Necessidades de informação: representam lacunas cognitivas que impedem que as pessoas progridam. A este respeito, a determinação dessas necessidades não deve apenas considerar a questão “O que precisamos saber?”, mas também “Porquê que precisamos saber?”, “Qual é o problema?”, “O que nós já fazemos?”, “O que está a ser feito?”;
  2. Procure informações: depois de identificar a necessidade é necessário selecionar quais as fontes a usar. Escolher e procurar informações é influenciado pela quantidade de tempo, esforço, custo necessário para interação, complexidade e ambiente;
  3. Como usar as informações selecionadas: desenvolvimento contextual, compreensão de uma situação específica, saber como fazer e o que fazer, reunir fatos, confirmar outra informação, prever eventos futuros, motivar ou sustentar o envolvimento pessoal, desenvolver e melhorar relacionamentos e realização pessoal.

Processos de tomada de decisão são apenas aplicáveis à gestão de topo? Como melhorar o desempenho individual/equipa/departamento?

Processos de tomada de decisão: Considerações Finais

As ferramentas BI suportam a estrutura de informação dentro de uma organização, entregando-a de forma rápida para que qualquer utilizador possa usá-la para melhorar o desempenho das suas funções e desempenho da empresa como um todo. O objetivo deste texto foi analisar o desempenho das ferramentas BI em relação ao cumprimento das necessidades de informação dos decisores, embora não exclusivamente. A arquitetura de informação de uma organização fornece um meio de ligação constante com seus clientes, fornecedores e parceiros, e deve ser orientada para uma boa gestão estratégica de qualquer negócio.

A gestão estratégica deve ser suportada pela tecnologia BI através de uma eficiente arquitetura de informação que deve integrar e centralizar diferentes fontes de dados, sejam elas internas ou externas.

As ferramentas de BI podem e devem ser importantes para informar bem os decisores nos seus processos de tomada de decisão.


Autor: Ângelo Rêga (Consultor RCR) – ver perfil Linkedin

Transforme dados em informação de qualidade e melhore processos de monitorização de indicadores chave (KPI´s) e processos de tomada de decisão.
Quer saber quais as vantagens para a sua empresa? Clique aqui AGORA!